AGIC

Associação Portuguesa dos Guias-Intérpretes e Correios de Turismo

Portuguese Association of Tourist Guides and Tour Managers 

 1755 abana a matéria e a mente.

A terra tremeu novamente em Lisboa em 1755. As consequências deste abalo tiveram uma magnitude em muito superior ao próprio sismo. Aquela que foi denominada como a primeira catástrofe “moderna” foi a causa e a razão para a revolução urbanística e arquitectónica de que foi protagonista a cidade de Lisboa.

O evento gerou acesas trocas de argumentos no âmbito da filosofia, economia, política, religião e ciência natural. Kant, Voltaire, Goethe, Pombal todos eles com as suas obras acabaram por gerar novas visões do mundo que depois se tornaram imparáveis. 

Uma análise mais aprofundada do evento, também ele importantíssimo para estabelecer as bases da sismologia, permitir-nos-á entender melhor a magnitude deste abalo que transcendeu Lisboa e Portugal. Tremeu a matéria e abanaram as mentes separando em definitivo a fé e a religião da razão e da ciência natural. 

Análise da primeira catástrofe moderna
Data do Início: 27 Fevereiro 2023
Fim da Formação:
Nº de Sessões: 1
Data das Sessões: 27 Fevereiro
Horários: 18h - 20h00
Local: Zoom
Formato: Online
DATA LIMITE PARA INSCRIÇÃO: 20 Fevereiro
Preço Sócio AGIC: 15 € €
Preço PIT não Sócio: 25 € €
Preço estudantes: 12,50€ €
Formador/a
Filipe Vitorino

Inscrição

×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

× Talk to us