AGIC

Associação Portuguesa dos Guias-Intérpretes e Correios de Turismo 

Associação Portuguesa dos Guias-Intérpretes e Correios de Turismo 

Barreiro + Museu Industrial e Bairro Operário

28 Fevereiro 2024

Atenção: todo o percurso será feito a pé.

09h30 – AM – Walking tour no Barreiro

O percurso pretende mostrar a evolução da cidade desde a Idade Média: Barreiro moageiro, da Expansão portuguesa, até a cidade ser catapultada para a ribalta com o complexo industrial CUF, o maior complexo industrial da Europa a seu tempo.

Locais mais importantes por onde passamos: rios do Barreiro e Estações fluviais  (antiga e nova), vista da zona dos moinhos junto ao rio, passagem junto à Igreja de Nª Srª do Rosário e Esc. Industrial Alfredo da Silva, av. da Praia com a sua magnífica vista sobre Lisboa, ida ao Barreiro medieval e Igreja Sta Cruz (sempre fechada) e passagem para a antiga entrada da CUF.

Fim da visita do Barreiro 12h centro da cidade, Parque Catarina Eufémia.

Tempo livre para almoçar. (Boa oferta de lugares para almoço)

14h/14h15. – Saída a pé do centro para o Museu Industrial. Nesse percurso até ao Museu passaremos pelo túmulo do Alfredo da Silva (cerca de 1,8 km do centro ao Museu

15h00 PM – Visita ao Museu Industrial e Bairro Operário

O Museu Industrial Baía do Tejo reúne um espólio constituído por equipamentos industriais de índole diversa e por um acervo documental e iconográfico considerável, representativo de áreas como a química, a têxtil, a metalomecânica, a produção de energia, a segurança e higiene industrial e os serviços sociais, entre outras.

Bairro Operário – O primeiro bairro operário da CUF foi construído a partir de 1908 em terrenos a nascente das fábricas de ácido sulfúrico e de adubos. Em 1914 este bairro contava já com cinco extensos blocos de moradias, todas iguais, de rés-do-chão com pequeno quintal.

O Bairro Novo foi edificado em 1932 e ocupava uma área idêntica, cerca de 30mil m2, estendendo-se para norte. O equipamento social dos bairros integrava um lavadouro público com depósito de água privativo, a carvoaria (1908), a moagem de
trigo e padaria (1908), a academia recreativa e musical (1911) e a escola primária (1927).

Inscrições: Esgotado, Fechado
Data 28 Fevereiro 2024
Horário: 09:30
Preço Sócio AGIC : Desde 5 €
Preço PIT não Sócio: Desde 10 €
Preço Estudante: Desde 5 €
Data limite para inscrição:
Visita conduzida por: Dória Canário (visita am)
Observações:
Preço Sócio AGIC - Walking Tour (am) 10€; Museu (pm) 5€ ; FD 12€

Preço PIT não Sócio - Walking Tour (am) 20€; Museu (pm) 10€; FD 22€

Preço Estudante - Walking Tour (am) 10€; Museu (pm) 5€; FD 12€

Inscrição na Visita

A inscrição é feita exclusivamente por formulário. Não serão admitidas inscrições por outra via.

Ao submeter o formulário, irá receber uma cópia do mesmo. Por favor verifique o SPAM

Condições de participação

Poderão participar nas visitas e cursos de formação promovidos pela AGIC:

a) A custo de sócio: todos os associados com quotizações em dia;

b) Todos os sócios não incluídos na alínea acima, pagando o preço geral;

c) Guias-Intérpretes e Correios de Turismo não associados da AGIC e possuindo o mesmo grau de formação exigido aos sócios desta associação, pagando o preço geral;

d) Estudantes dos cursos de Turismo reconhecidos pela AGIC, com uma redução de 50% sobre o preço geral;

e) Pessoas que estejam associadas às entidades com as quais a AGIC tenha, ou venha a ter, protocolos, parcerias ou acordos e que estejam dispostas a pagar pelos cursos, visitas ou formações, desde que postas de pé por essa mesma entidade e levados a cabo pela AGIC, dando prioridade às pessoas elencadas nas alíneas a), b), c) e d) deste ponto.


Pagamento das actividades e cursos
a) A inscrição será feita unicamente através do formulário de inscrição disponível no site; não serão aceites outros meios de inscrição. Após confirmação da inscrição pelo departamento de Cultura, o pagamento deverá ser feito exclusivamente por transferência bancária e enviado o seu comprovativo para o e-mail tesouraria@agicportugal.com;

b) Os participantes deverão efectuar o respectivo pagamento no prazo indicado pela Cultura, com o prejuízo de se verem excluídos de participar na actividade escolhida. Não serão aceites pagamentos a posteriori;

c) Em caso de cancelamento por parte dos participantes não haverá lugar a devoluções. O valor já pago poderá transitar para outra actividade em benefício do próprio ou em benefício de outro Guia-Intérprete ou Correio de Turismo;

d) Em caso de cancelamento por parte da AGIC (que ocorra mormente devido a inscrições insuficientes ou por cancelamento das instituições) o valor já pago poderá transitar para outra actividade.

×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

× Talk to us